quinta-feira, 30 de maio de 2013

Antes que amanheça




Deixe-me escutar os seus problemas.
Rir de piadas sem graça.
Te abraçar no frio da noite.
Sussurrar um: você não me escapa.

Te acariciar lentamente.
Olhar para o teto lilás do seu quarto.
Ouvir música cafona.
Sofrer antecipadamente a dor do parto.

Observar sua barriga subindo e descendo
Em uma respiração tranquila.
Planejar viagens para o interior.
Tomar baldes de chá de camomila.

Contar sobre nossas fraquezas.
Fazer pãezinhos de mel.
Tudo isso antes que amanheça,
E o sol nos aqueça roubando o meu papel.

domingo, 26 de maio de 2013

CORRA LOLA, CORRA!





Nem tudo é sobre você, menina.
Quisera eu, que o mundo girasse em torno da minha vidinha “perfeita”.
Aos 28 anos, eu tenho tudo.
Na verdade esse tudo para mim significa um nada.
Mundo capitalista que te exige mais do que você pode arcar.
Entre na dança, ou saia da pista.
Tenho uma lista de vocação nas mãos, uma mente cheia de “e se?” e nenhuma decisão.
A sociedade te joga todas as dúvidas possíveis no seu colo, daí você trava, pensando na escolha de agora, que refletirá lá na frente depois.
Tenho uma análise de personalidade toda pronta nas mãos. De que adianta? Ela só confirma o que eu já sei. E as pessoas? O que sabem sobre mim? Elas nem se interessam.
Foda-se.
Tenho percebido que tenho lutado só para viver. E que viver mesmo, tem passado de longe.
Está tudo errado.
Alguém por ai para me ensinar a fazer o certo?
Acho que não... então corra, Lola, morra.

“Aquele lembra um louco em algemas de ouro. Há quem faça do amor um cativeiro em trevas.” C.Xavier

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Palavras escondidas






Saudade que vai.
Saudade que volta.
Às vezes ela me esnoba, noutras me amarrota.
Tento te ignorar, mas você nem me nota.
Almas sensíveis. A minha, a sua.
Machucadas. Esparramadas no fundo da nossa mente escarnecida.
Sentimentos, sensações, pensamentos aos ventos.
Eu te chamo. Você finge escutar. Finge se importar.
A saudade vai, mas a saudade volta.
Você presa aqui, pouco se importa.
Indiretas bem diretas.
Palavras escondidas em textos mesclados por letras de outrem, trazendo verdades ocultadas por medos.
Liberte-se!
Tome um drink.
Ouça a voz do coração.
Você tem coração?
Aquela saudade outrora se foi, olhando para trás.
Meus olhos fechados. Pequenos momentos de paz.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

SEM MÁSCARA E SOMBRA...

É tão bom!
É dançante. Alegre!
Essa coisa tomando meu coração e o transformando novamente em vida.
Sorria! Você não está na Bahia, mas está em Brasília!
Você não disse que anda numa fase muito boa? Pois posso dizer o mesmo.
Queria ouvir jazz, comer marshmallow de fogão, escutar sua música, tocar nas suas mãos, encarar sua nuca.
Como você lida com aquele amor que te bate no peito, assim, do nada e de graça?
Você aparenta ser tão forte!
Eu, tão fraca.
Tudo-er-ra-do.
TROCADO.
FER-RA-DO!
"Toque novamente minhas mãos". 
Como e quando? Hein?
Você já me vê. Você já me toca. Me encanta, o seu canto todo dia santo!
Cantemos, menina. Cantemos. Oh yeah!

... I wanna hold your hands.

.... SEM SOMBRA DE DÚVIDA.

domingo, 19 de maio de 2013

Deixa eu falar...



"Quando estou nervosa eu tenho essa coisa...
É, eu falo demais.
Às vezes eu simplesmente não consigo calar a boca.
É como se eu precisasse dizer a alguém, a qualquer um,  que escute.
... e é aí que eu estrago tudo."

Sem mais.
Bom domingo pessoal.  

sábado, 18 de maio de 2013

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Um gostar torto

 A culpa é meio que minha. Eu só gosto errado.

http://pensador.uol.com.br/frase/MTMwNjI2Ng/

segunda-feira, 13 de maio de 2013

SEU

Photo by G.Lima (da minha coleção de árvores)


Roubei as palavras de um amigo hoje que sem querer querendo falou por mim.
Psiu! Te dedico este poema.



Vem e fique aqui comigo.
Dê-me de boa vontade seu coração antes que eu o roube.
Anda!
Diga o que você sente, deixe de pudor e deixe de sofrer, fuja com meu amor, te levarei aonde quiser, sem medo e sem fronteiras até onde o sol se deita.
Contigo sou capaz de qualquer coisa, não me importa o que venha, por que já sei que está comigo.
Sou seu cigano, seu peregrino, a única chave do seu destino, o que cuida de você mais do que da própria vida, sou seu ladrão, sou seu cigano, seu companheiro, o que te segue, o que te espera. Vou te querer ainda que me arranquem o coração.
Eu nasci para seus olhos, para ninguém mais, sempre vou estar no seu destino.
Alma da minha alma, coração de tempestade, me diga por onde ir, e levarei aonde você quiser sem medo e sem fronteiras até onde o sol se levanta.
Sou seu cigano.
Sou seu ladrão.
Seu.

- Cigano Danilo

domingo, 12 de maio de 2013

Manhê!








Toda família tem seus conflitos, "desconflitos", lutas, vitórias, mas quando ela tem uma estrutura e uma coluna forte, ela nunca desaba. No nosso caso, nossa mãe foi e é nossa base e coluna, sempre voltaremos a ela em busca de refúgio. Vejo isso também como amor verdadeiro. Família é o presente mais maravilhoso e o bem mais precioso que temos. Eu sempre soube disso, mesmo sendo diferente da minha mãe. Portanto quero agradecer a ela por eu ter me tornado quem sou, porque mesmo com as criticas, que não foram poucas, me fizeram crescer e muito. A todas as mães aquele abraço!!
Mãe, amo você, V.Assada! AH ahahahah (piada interna)

Minha família é demais!!!!!!

sábado, 11 de maio de 2013

Wide awake



Como eu pude ler as estrelas de forma tão errada?
É, a gravidade machuca.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Para sentir Deus...






Resposta para o post do blog Incenso de Pitanga

 
Li esses dias um texto interessante de uma colega do curso de francês e como ficou E-NOR-ME o meu comentário, eu preferi fazer dele um post novo.
Primeiramente, te convido a abrir o link do texto que está acima.

Já leu? Então, vamos lá.

Querida Mila, uma pergunta para começar: Quem ou o quê te magoou tanto a ponto de você ter se tornado tão “descrente”? Curiosidade rs. (Me fala em OFF porque deve ser algo “cabeludo” kkkkk)
Flor, eu amei o texto, concordo com muita coisa aqui mencionada, em especial o fato de quando pequena você ir à igreja por influência dos pais e não entender bulhufas do que se passava nos cultos. Normal, você era criança, e não um “gênio”.
“Compreendi ali que os símbolos eram mais importantes que os fatos, que o dito era mais importante que o feito, que a burocracia era mais importante que o bom senso e, principalmente, que regras valiam mais que o sentimento.” Infelizmente é exatamente assim que acontece em muitos templos, digo muitos, porém não generalizo, acredito que há sim, instituições religiosas e igrejas que tentam chegar o mais perto dos propósitos que Jesus deixou inspirado ali na bíblia escrito pelos seus discípulos.
Sobre a doutrina espírita, pouco sei, mas o pouco que sei, e tenho uma grande amiga que frequenta desde muito criança, estranhei você comentar sobre o preconceito. O espírita acredita na lei do retorno, então sobre tatuagens e se a pessoa é gay, drogado, ou coisa do gênero, quem vai arcar com alguma consequência é a própria pessoa, e não o líder do centro que vai te punir, ou falar que Deus vai te cobrar algo etc.. até porque, até onde sei, espíritas acreditam na existência Dele, portanto achei esquisito isso... Anyways.
Agora, se você é uma pessoa melhor sem estar ligada a um templo, coisa e tal, que bom. Entretanto não é todo mundo que tem esse “Q” para trabalhar esse lado genial sozinha, ai  procuram igrejas, amigos, filosofias, e a própria psicologia, para ter um conforto, entende?
Acho que só não concordei com esse trecho, mas entendi sua questão, claro: “E o tal deus vem agora vestido de morte, mata Lennon e deseja prisão perpétua, vem vestido de deputado e de papa, se manifesta em orgias e os falsos profetas nunca são vistos como falsos por seus cordeiros cegos.” Pessoas que seguem os mandamentos que Deus deixou, JAMAIS mataria alguém em nome Dele... Pois o 5º mandamento é inclusive este: Não matarás! Acontece que a RELIGIÃO ganhou essa força manipuladora, não é de hoje. Isso veio lá de trás, com as indulgências e outras coisas com finais políticos, afinal, a igreja começou fraca, e depois acabou se tornando o maior poder da sociedade, porque usar o nome de Deus para obter ganhos era como mágica, e até então nada mudou.
Para mim, Jesus foi e é um grande exemplo. Eu frequentei e frequento igreja sim, mas não vou ali para adorar padre ou pastor, até porque, o homem é falho, e pecador (se é que você acredita em pecado kkkk) e se eu for olhar para a figura do homem, eu também me tornaria uma pessoa descrente. Uma pessoa má, até que não, mas descrente sim.
Com certeza você deve ter ofendido uma galera ai com esse texto, hahaha, mas eu o vejo como uma crítica à religião, até porque, de religião você parece entender muito, pois você conhece, porém falar de algo que a gente não conhece fica mais difícil.
Essa coisa de acreditar na existência Dele é um bem muito particular. Não posso dizer se é privilégio de uns e outros, mas sei que é preciso ter o coração aberto.
Voilà!
Um beijo flor.