quinta-feira, 30 de abril de 2009

Jeito de dizer adeus



O papel está branco agora
E luto com a ajuda de uma voz melancólica de fundo
Para escrever algo a sua altura para você
Mas as palavras me fogem
Deixando apenas uma sensação de querer estar contigo
Me iludo!

Conversamos por horas
Mas se somássemos quantas palavras foram ditas
Apenas poucas de outrora
Fechando o diálogo com uma afirmação:
_Quero ser sua namorada!

E você correu para entender toda aquela situação
Pois não sabia se devia dizer um SIM, dizer um NÃO
Olhei fundo nos seus olhos
Numa tentativa de captar sua vibração

Perdi-me naquelas ondas
Com todas aquelas pessoas passando
E tirando minha atenção sobre você

Refiz-me relendo nosso histórico
_Já volto meu amor. Só um instante.

Foram suas palavras de adeus.

IWY 4ever

quarta-feira, 29 de abril de 2009

CARTA



Meio que definhando na cama, ainda febril, Athena recebe uma carta e fraquinha, sobre a luz de uma vela, ela começa a ler.
Foi vindo lembranças de um passado não tão remoto e seus olhos já calejados de tanto chorar, começa a cuspir mais lágrimas, mas desta vez, de alegria!
O único sentimento que pairava naquele instante em seu coração, era de rever aquele autor, e dizer um MUITO OBRIGADA por ter sido capaz de mexer com seus diversos sentimentos em menos de 48 horas. E que o único segredo na qual ela guardava era de não ter sido capaz de ter dito tudo isso olhando em seus olhos...
Sim sim, ela irá ao seu encontro muito em breve!

terça-feira, 28 de abril de 2009

Sweet poison


A MENINA JAZIA MÓRBIDA NO LEITO QUE NÃO ERA SEU
PORTAVA UM CORAÇÃO NA MÃO DIREITA QUE AINDA PULSAVA

TENTANDO ESTANCAR O SANGUE COM A MÃO VAZIA
PELO ASSASSINATO ELA SE LAMENTAVA

TRISTE FÚRIA DE UMA INCERTEZA BARATA
PROCURAVA UM VENENO LENTO: UM AMOR

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Oráculo do dia 27/04


Sai da aula e fui perguntar o oráculo se aquele relacionamento valeria a pena arriscar e ele simplesmente respondeu:
_ Para nossa avareza, o muito é pouco. Para nossa necessidade, o pouco é muito. (Sêneca)

Olhei para os lados, para cima. Encarei minhas amigas que estavam presentes e li o provérbio em voz alta.
_ Não entendi. Falei.

sábado, 25 de abril de 2009

OBCECADA

Acho que todos tem um caderninho com borriscos e suas respectivas datas. Gosto de escrever para depois fazer algumas análises e sempre vejo que realmente nossa vida é um círculo vicioso e muito das vezes doloroso.
E assim mais uma história se repete...

27/08/06

39. OBCECADA

Tentei fugir deste sentimento
Mas só tem tirado meu sono
E está saindo do meu controle
Odeio me sentir vulnerável
Amo te amar mas estou obcecada
Esses calafrios
Amor inconstante
Sim, estou confusa
Estou enlouquecendo por não conseguir decifrar isso
Penso ser paixão
Não queria sofrer por isso
Mas não consigo evitar
Então me puno quando não estou em mim e me arrependo
Não percebe que quando estamos juntos e você fingi não se importar isso me mata?
Parece ter vergonha de mim e isso me martiriza
Tento ser forte
Tento ser ríspida
Mas acabo me ferindo mais
Não agüento esconder a vontade de te abraçar
De beijar sua pele macia
E sentir seu cheiro que fica empreguinado em meu corpo
Tudo me lembra você
E acaba ficando em mim 24 horas por dia
Ingiro tranqüilizante para pegar logo no sono
Mas nem assim funciona
Pois encontro você em meus sonhos
Suspiro e sinto arrepios
Queria roubar você para mim
Mas é impossível

========================
Mas agora me pergunto:
_Será mesmo impossível te roubar?

Você as vezes quer alguém que te compreendas, e eu diria o mesmo. Consegue me ver fora dessas palavras?
Eu não!

sexta-feira, 24 de abril de 2009


Engraçado como o tempo vai passando e por vezes nem sentimos.
Ontem eu me sentia oca, hoje já não mais.
Acordei me sentindo ser de alguém e eu só queria ter esse alguém para mim.
Seria muito dizer SOMENTE para mim? Sim sim! Por vezes me sinto muitíssimo egoísta.
Te ouvi dizer que queres alguém que te compreendas, mas apenas me diga como posso te compreender? Alias, eu já o faço, não?
Ver seu rosto tem sido uma das coisas mais encantadoras que tenho visto e por favor, jamais me priva disto.
Ontem quando te vi sorri, depois de uns momentos turbulentos, me fez ver que realmente precisamos estar together, porque não posso deixar fazerem aquilo com você, não novamente, never.
Ouvir você dizer que estou sendo imprescindível na sua vida também foi outra surpresa, e engraçado que de primeira instancia acreditei.
Tu dissestes também que eu te dei força para superar aquela luta de quarta e na verdade ninguém nunca tinha me dito algo dessa espécie, de força...
Junta-se a mim! Porque da mesma forma que quero você, dôo te minha vida para perto de ti.
I want you!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Uma overdose called Missy



I knelt before some strangers face,
I'd never have the courage or belief to trust this place,
But I dropped my head, 'cos it felt like lead,
And I'm sure I felt your fingers through my hair...

My silence solidifies,
Until that hollow void erases you,
Erases you so I can't feel at all.
But if I never fell again, at least that nothingness
Will end the painful dream, of you and me...
If things get real for me down here, promise to take me to
Before you went away, if only for a day.
If things get real for me down here, promise to take me back to
The tune we played before you went away.

And if I listen to, the sound of white
Sometimes I hear your smile, and breath your light.
Yeah if I listen to, the sound of white ...

============================
Dizem que pessoas agem bobamente quando estão apaixonadas.
Hoje acho que consegui arrancar sorrisos de alguem com esses funny glasses (?)
Tudo. Exatamente TUDO para te fazer sorrir.
Take care hun
cuz I really care =]

S.O.S


Where are you who doesn’t call me anymore?
Who doesn’t talk to me like you used to before?

Who dares to hit you?
Who dares to curse your name?

For God’s sake send me some message that you’re alive.
Never! Never leave me behind!

Don’t forget that you are my soul.
Every little pieces of you belongs to me.

Let me take care of you.
Renda-se como eu me rendi!

terça-feira, 21 de abril de 2009

LETTERS TO CLEO


Oh I can't take another heartache
Though you say you're my friend
I'm at my wits end
You say your love is bonafied
But that don't coincide
With the things that you do

And when I ask you to be nice
You say you gotta be
Cruel to be kind, in the right measure
Cruel to be kind, it's a very good sign
Cruel to be kind, means that I love you
Baby, you gotta be cruel to be kind

Well I do my best to understand dear
But you still mystify, and I wanna know why
I pick myself up off the ground
To have you knock me back down
Again and again
===========================================

Are we being cruel to be kind???
Yeah! In the right measure.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

AO MEU PAI NO MEU ANIVERSÁRIO


Ao meu Pai no meu aniversário

Agora são exatamente 8:54 am.
Acho que foi numa manhã do dia 16 de abril que nasci. Portanto, hoje seria meu aniversário.
Eu deitei ontem oca, sem sentir muita coisa, para não dizer NADA.
Despedi-me de meu Coração, pedindo para que ele fosse o primeiro a me desejar Feliz Aniversário e ele me despertou a meia noite.
Fiquei contente e depois, outros queridos foram se lembrando de mim.
Recebi uma ligação de longa distancia e pedi a esta pessoa que comemorasse por mim e acredito que ela tenha o feito, afinal, ela estava no barzinho tomando cachacinha com carne. Delicia!
Adormeci.
As sete, meu Coração me desperta.
Eu sorri.
Arrumei-me e fui trabalhar.
Toda hora havia gente me perguntando:
_ Vai ter alguma comemoração?
Eu depressiva, respondia: Não!
Na verdade nunca liguei para essas coisas.
Como pode ver Pai, sou um brinquedo baratíssimo. Acho que nunca te pedi muito, nunca te fiz passar vergonha e tento fazer o que posso para que o Senhor tenha orgulho de mim, mas nem isso você parece se importar.
Estou chorando agora sabia? De novo, para dizer a verdade.
Não é sensacionalismo ou dramaticidade não. Infelizmente sou artista e nós somos muito emotivos, com uma sensibilidade mais aguçada do que uma pessoa comum.
Quando avistei o Senhor lá na esquina, não pensei em nada, a não ser te pedir calada, um abraço, mesmo sabendo que você não se lembraria dessa data, mas isso não me deixou triste em vê-lo.
Convidei-te para sentar, te ofereci um café na qual você recusou e fomos conversar. Mesmo tendo pouco assunto para falar, porque você sempre na defensiva, acha que eu iria pedir-te dinheiro. Maldito dinheiro esse que me faz chorar.
Perguntei-te se tinha lido meu e-mail falando da universidade e você disse que não. Mesmo eu não acreditando, resolvi falar pessoalmente, te pedindo ajuda para eu ser alguém.
Você com suas infinitas questões capitalistas e um tanto cético, conseguiu arrancar-me lágrimas de soluçar.
Pai, o Senhor conseguiu estragar meu dia. Desculpe-me a sinceridade.
Sabe, engraçado como eu tenho acreditado em mim, por ver em meus amigos e até desconhecidos, o valor que eles dão para as coisas que faço e que falo. Se você pelo ao menos não tivesse esse poder de nos fazer quebrantar, você poderia ver a pessoa incrível que sou. Sim, eu sou legal!
Hoje estou fazendo 24 anos e nada tenho, nada sou, talvez continue sendo NADA o resto da vida, mas desculpe-me, não darei este gostinho para o Senhor.
Uma vez falei para um primo que tenho apoio de amigos e simpatizantes, mas como santo de casa não faz milagres, não tenho muito apoio familiar. Quase ninguém acredita em mim ou me dá créditos, e talvez seja isso que me faz levantar todo dia, ao final de uma depressão, porque eu acredito em mim e isso me tem bastado.
Te falei que cada centavos que gastastes comigo foi saudavelmente usufruído e valorizado. Como o Senhor mesmo disse, eu levei a serio as aulas de inglês (muito obrigada por ter pago os 5 anos de curso), as aulas de violão, que hoje já até toco outros instrumentos, obrigada pelo teto em que vivo e pela feira do dia-a-dia.
Eu só queria uma ajudinha para entrar na faculdade e me manter lá, porque realmente não consigo ainda arcar com todas as despesas, mas não; o Senhor tinha que jogar na minha cara que as coisas são difíceis mesmo, que gastar três anos de dinheiro para depois ganhar só 800 reais dando aulas não valeria a pena.
De novo a questão do dinheiro. Mas acontece PAI (as lagrimas estão secando agora e já sinto raiva) que nós com diploma de faculdade já fica complicado, quem dirá sem?!
Teria sido muito mais simples se o Senhor tivesse falado que não tinha condições para me ajudar, que amigavelmente eu entenderia. Sou compreensiva por demais Pai, acredite. Mas NÃO! Você só me passou a imprensão de que não mereço ajuda tua, porque tudo que faço não iria te trazer dinheiro de volta, e talvez não vá. Mas tudo que eu queria mesmo, era apenas que o Senhor sentisse orgulho de mim...

=====================
POST TAMBÉM PUBLICADO NO RECANTO DAS LETRAS
http://recantodasletras.uol.com.br/cartas/1542308

quarta-feira, 15 de abril de 2009

30 de julho


Tomei, já varias vezes, a resolução de não ir vê-la tão amiúde. Sim, mas como resistir? Cada dia sucumbo à tentação e faço a mim mesmo este juramento: “ Amanha, você ficará em casa”. Quando chega o dia seguinte, sempre encontro qualquer motivo imperioso para lá ir e só dou acordo de mim junto dela. Ou então, é ela quem diz, à noite: “ Você virá amanha, não?” E quem pode resistir a isso? Ou, ainda, é ela quem me incumbe de um recado e julgo conveniente levar-lhe, pessoalmente, a resposta. Ou ainda isto: vou a Wahlheim, que dista meia hora da casa dela! ... Sinto-me perto da sua atmosfera... e, subitamente, eis-me a seu lado!
Minha avó sabia o conto da montanha de ímã: os navios que se aproximassem muito, perdiam todas as suas ferramentas, todos os seus pregos, precipitando-se contra ela, e os infortunados marinheiros eram esmagados pelas planchas que se desmantelavam umas sobre as outras.

Werther – 30 de julho

Goethe

terça-feira, 14 de abril de 2009

Goethe


Não, eu não me engano! Li nos seus olhos negros um verdadeiro interesse por mim e pela minha sorte. Sim, eu sinto que meu coração pode crer que ela... Ousarei, poderei pronunciar estas palavras que resumem o paraíso? ... Eu sinto que ela me ama!
Ela me ama! E quanto eu me valorizo a meus próprios olhos, quanto... eu posso dizer isto a você, que saberá compreender-me... quanto eu me adoro a mim mesmo, depois que ela me ama!
Será presunção? Será o sentimento do meu verdadeiro estado?... Não conheço homem nenhum de quem possa temer qualquer interferência capaz de diminuir-me no coração de Carlota. E, no entanto, quando ela, com tanto calor e afeto, fala do seu noivo... é como se eu fosse um homem despojado de todas as honrarias e dignidades, e ao qual arrebatassem a própria espada.

Werther – 13 de julho

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Personal post


Today I'm gonna post something unusual? Yeah! I can say that.
Darling, I don't have more words to say or express what you are making me feel. Sometimes I don't know if it's a good or bad thing. Sometimes I shouldn't care about those explanations bcuz I confess I'm freaking with all thoses questions of right or wrong thing. What the hell? What have you done to me? At the same time I feel you close to me, you're so, so far away. Honey, I want you here. And I don't care if tomorrow this relationship is not gonna work out, but I wanna live the present with you. Let me be part of your life, let me feel you, be you. Even though I hate your silence, bcuz I'm tired of my own talking and I need to hear something from you. Your warm whisper, your frozen kiss.
I'm gonna let you a song and thanx for introducing me the Missy girl.
I want you!

==========================
Where I stood - Missy Higgins

Eu não sei o que eu fiz
Ou se eu gosto de o que eu comecei
Mas algo me disse para fugir
E querido você me conhece, é tudo ou nada
Lá eram sons em minha mente
Pequenas vozes sussurrando
Que eu deveria ir e que isso deveria terminar
Oh e eu me peguei escutando

Por que eu não sei quem eu sou, quem eu sou sem você
Tudo o que eu sei é que eu deveria...
E eu não sei se poderia suportar outra mão sobre você
Tudo o que eu sei é que eu deveria...
Porque ela te amará mais do que eu poderia
Ela quem ousa estar onde eu estive

Veja, eu pensei que o amor era preto e branco
Que era certo ou errado
Mas você não está vivendo sem uma luta
E eu penso,eu estou somente com uma ferida interior

E eu não estarei longe de onde você estiver se você chamar
Você significa mais pra mim do que qualquer um que eu sempre amei
Mas você me ensinou como confiar em mim mesma
E então eu lhe digo, isto é o que eu tenho que fazer

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Carta ao SBT

LEIA ESSA CARTA DE UMA MENINA DE 16 ANOS QUE MANDOU PARA O SBT.

> Carta ao SBT. O que nos chama a atenção é a idade da garota que escreveu
> veja ao final da carta)!
>
> Aos responsáveis pelo programa Domingo Legal: Não posso deixar de demonstrar
> o meu profundo descontentamento perante a Programação exibida aos domingos.
> A tentativa de libertar o marido da cantora Simony é vergonhosa.
> Engraçado como a mídia se mobiliza para libertar um assaltante de bancos,
> mas ninguém vem aqui em casa para nos comprar um carro novo, já que o nosso
> foi roubado depois de ter sido comprado com muito suor e trabalho. Engraçado
> que o filho da Simony não pode crescer longe do pai, que já tem 2 crianças
> largadas no mundo, mas a filha do amigo do meu pai pode ficar órfã aos 2
> anos de idade, pois o pai dela foi assassinado ontem (num assalto)...
> Ninguém do SBT foi a casa dela perguntar se ela precisa de alguma coisa.
> O meu pai chegou a levar um tiro num assalto e já perdeu tanto dinheiro em
> outros assaltos que nem se lembra quanto, mas infelizmente ninguém se propôs
> a repor o o dinheiro roubado para tirá-lo do sufoco ou sequer apareceu
> alguém para visitá-lo no hospital Isso não dá ibope..
> A revista Veja publicou uma matéria que deixou assustado qualquer cidadão de
> bem (menos o Sr. Gugu que anda com seguranças armados até os dentes e não
> depende de uma polícia despreparada que vive com um salário de miséria). De
> cada 100 criminosos, apenas 24 são presos, só
> 5 vão a julgamento e apenas 1 cumpre apena até o fim APENAS 1% DOS BANDIDOS
> FICAM PRESOS E VC AINDA QUER SOLTAR O QUE ESTÁ PRESO?
> Isso é realmente lamentável...
> O coitadinho só roubou um banco, merece ficar livre Por que o Sr.
> Augusto Liberato não mostra o fim daquele mendigo que ele ajudou com casa,
> dinheiro e trabalho...
> Depois de todo aquele estardalhaço que o Domingo Legal fez para ajudá-lo,
> não vi nenhuma mensão ao fato dele ter sido preso assaltando um posto de
> gasolina após perder tudo o que o Gugu deu...
> E o fim daquele pequeno Polegar, o Rafael....
> Pobrezinho...
> Certamente, não sou a favor do programa penitenciário no Brasil Sou a favor
> dos presidiários estudarem e trabalharem para a sociedade em troca de
> redução da pena caso não tenham cometido crime hediondo, mas ser solto antes
> do tempo só porque a Simony engravidou é demais pra minha cabeça...
> Políticos não ficam presos e agora também artistas e parentes têm imunidade?
> Só no Brasil mesmo pra acontecer esse tipo de coisas Concordo que a
> violência exacerbada que a está batendo à nossa porta é fruto do descaso do
> governo e da sociedade para com as crianças de alguns anos atrás que foram
> deixadas sem escola, creche crianças abandonadas à própria sorte, mas soltar
> os bandidos por essa justificativa não resolve.
> Por que o SBT não faz uma campanha para os políticos investirem mais em
> educação e creche ao invés de soltar presidiários parentes de celebridades?
> Ou mesmo colocar uma programação mais decente, que proporcione cultura, ao
> invés de mulher pelada? É um caso a se pensar...
> Vou parando por aqui, pois tenho um enterro para ir (já mencionei o amigo do
> meu pai que foi morto ontem).
> Deixo aqui a minha revolta perante uma televisão podre, que vende a
> ignorância, e proporciona festivais de absurdos como se a vida fosse uma
> simples brincadeira.
> Domingo Legal já está bloqueado aqui em casa e farei o possível para
> convencer as pessoas com um mínimo de inteligência a não mais assistirem a
> essa porcaria. E se a Simony ama tanto o marido dela que espere ele cumprir
> a pena e pagar o que deve para a sociedade ou será que o amor dela não é
> suficientemente grande para agüentar as adversidades?
>
> Priscila, 16 anos, São Paulo - SP.

sábado, 4 de abril de 2009

UMA MESTIÇA NO VATICANO


Convido a todos os amigos a visitarem o site Contos obscuros para darem uma conferida neste conto que tive a oportunidade de vê-lo publicado lá.
Agradeço ao amigo recantista, Alvaro Luis por esta oportunidade.
Um forte abraço a todos.

Site Contos Obscuros:
http://www.contosobscurosdealvaroluis.xpg.com.br/

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Dead like me


There was a girl who was writing a poem by candle light
There wasn’t any rhymes or sence
She was sad
The candle melted away
And she couldn’t finish her thoughts
She was dead

================
Guarda os pulsos pro final?
================
I don't know how I'll feel tomorrow
I don't know what to say tomorrow
Tomorrow is a different day
================
Depressive time.
That irritates me.

Sally's song


Sinto-me oca o bastante para não arriscar escrever nada agora, ou hoje, tanto faz...
Vou postar uma música da trilha sonora do clássico de Tim Burton - O estranho mundo de Jack (Nightmare before christmas)
Quem quiser ver a nova versão feita pela vocalista Amy Lee (Evanescence) é só procurar no youtube que já tem alguns ao vivos. Ficou muuuito bom MESMO.

Boa tarde a todos!

=======
SALLY'S SONG

Pressinto que há algo no vento
Que parece que a tragédia é iminente
E embora eu queira estar ao lado dele
Não posso afastar esse sentimento de mim
O pior está por perto

E será que ele percebe o que sinto por ele?
E ele verá o quanto ele significa para mim?
Eu acho que não é para ser

O que será do meu querido amigo?
Aonde as ações dele nos levarão?
Embora eu queira me juntar à multidão
Em sua nuvem de entusiasmo
Eu tento, mas não dura muito tempo

E será que vamos terminar juntos?
Não, eu acho que não, não é para ser
Porque eu não sou a pessoa certa

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Dois de abril


Será que eu saberia o que fazer com as respostas que procuro arrancar de ti?
Mas a questão é que eu sei que nunca vou te dar o que você procura
Ouço você dizer que senti minha falta
E naquela hora você não me disse o porquê
Fiquei no vácuo
Você me diz tantas coisas
Para que?
O tempo fechou agora e chove frio lá fora
Confesso que quebraria o jejum com um bom conhaq e cigarros de coca-cola
Existe?
Pode ser de chocolate, mas não me enrola
Tenho produzido em demasia esses dias, pensamentos torpes, ansiedade e lágrimas
Por que tudo isso? Se não vamos a nenhum lugar?
Diga que não me quer e me deixes partir

Athena Tolbiac

quarta-feira, 1 de abril de 2009

No title


Oh! Como eu poderia usar milhares de desculpas para não me render a ti como tens me pedido há meses.
Eu poderia fingir que sinto raiva de você só para achar mais fácil esquecer-te.
Eu poderia mentir para ti, dizendo que nunca tive um beijo apaixonado, mas eu sei que isso tudo seria uma farsa minha.
Foi por você que resolvi ficar no mundo azul.
“Duas razões para não ficar aqui e uma razão para não voltar” disse uma vez, mas não resisti e me entreguei a você, confessando que fugiria contigo porque estou apaixonada, completamente apaixonada por ti, pelo teu sorriso tímido, pelo gelo da tua pele, pela sua melancolia poética, pelo seu Q artístico e quero você.
Tu tens sido a pessoa que tem ocupado meus pensamentos.
Tu tens sido a razão para eu voltar a compor e não cair no esquecimento.
Você faz com que eu escreva como se tivesse no século XIX e amo todos os teus “porquês”.
Ninguém me instiga da maneira que você o faz.
E quero que entenda pela ultima vez que sou o seu reflexo e que quando te ignoro, é porque me senti ignorada.
Se eu não te falo coisas bonitas e me calo, foi porque naquele momento eu precisava de alguma palavra tua.
Seria muito mais fácil se você atendesse a meus chamados, se falasse a verdade ou me convidasse para sair.
Já te disse que somos iguais e que me vejo em ti.
Oh! Como você é absolutamente semelhante e mais uma vez acabo de acreditar que raios caem no mesmo lugar mais de uma vez.
Seria você um cometa?
Revela-se a mim.
Diga o que temo ouvir.
Renda-se como eu me rendi e digas o que sentes por mim...

P-S. Feliz primeiro de abril

=================
Photo by Melissa Schultz